Notícias

Realizador de “Batman e Robin” explicou a questão dos mamilos

Joe Schumacher, realizador de “Batman e Robin”, apresentou as suas desculpas pelo fracasso do filme de 1997. Passados 20 anos, o realizador considera que deve isso ao fãs, pela desilusão que lhes provocou.

“Ninguém é responsável pelos meus erros além de mim. Quero pedir desculpas a todos os fãs que ficaram desiludidos porque acho que lhes devo isso”, afirmou em declarações ao Vice.

Schumacher arriscou na sequela, por causa do sucesso de “Batman para sempre”. Contudo, tudo o que conseguiu foi as críticas dos fãs.

“Depois de Batman e Robin eu era escumalha. Como se tivesse matado um bebé”, referiu.

Os mamilos do Batman e a aposta em George Clooney

Um dos pormenores que ficaram na retina dos fãs e que suscitou muitas críticas foram as partes traseiras e os mamilos evidenciados do Batman. O objetivo do cineasta era fazer o fato o mais anatómico possível.

“Eu disse, vamos fazê-lo anatómico e dei fotografias de estátuas de deuses gregos e aqueles desenhos incríveis de anatomia que estão nos livros de medicina. À pessoa encarregue de fazer o fato. Ele fez os mamilos e eu olhei para eles e pensei ‘que fixe'”, confessou.

A escolha do ator para protagonizar o filme também foi muito criticada. George Clooney não reuniu, de todo, o agrado da audiência.

“Ele era uma escolha óbvia porque era uma estrela em ascensão em ‘Serviço de Urgência’. Se virem os meus filmes e do Tim [Burton] iriam perceber como a audiência era inocente na altura em que pedia um Batman mais simpático e apropriado para famílias”, concluiu.

Também Poderás Gostar



Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

To Top